COMUNICADO IMPORTANTE

Senhores Pais ou responsáveis, comunicamos que as matrículas para o ensino infantil de 6 meses a 5 anos estão abertas no período de 03 de novembro a 19 de novembro. As matrículas estão sendo feitas na escola Iracema no horário das 7:30 às 16:00. 

Informamos ainda aos pais de crianças de 4 a 5 anos que estão fora da escola que façam a matrícula o mais rápido possível atendendo assim a lei numero 12.796/2013 que torna obrigatória a frequência de alunos na pré-escola até 2016. O município em reunião com o Conselho Municipal de Educação aprovou a antecipação da frequência obrigatória para 2015.

Itirapuã na prevenção e combate ao câncer de mama e colo do útero

Outubro é o mês rosa, mês de prevenção e combate ao câncer de mama e ao câncer do colo do útero. Por isso as equipes do NASF (Núcleo de Apoio a Saúde da Família) e ESF´s (Estratégia de Saúde da Família) de Itirapuã fizeram essa semana um dia todo de atendimento às mulheres acima de 40 anos. Uma tenda foi montada na praça central onde profissionais de várias áreas da saúde deram orientações, distribuíram panfletos informativos e encaminharam para exames nos núcleos de saúde. Mais de 10 profissionais participaram da campanha.

Doença

O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres e o segundo tipo mais frequente no mundo.Se diagnosticado e tratado precocemente, o prognóstico é positivo. No Brasil, as taxas de mortalidade deste câncer continuam altas, muito provavelmente porque a doença ainda é diagnosticada em estágios avançados. Na população mundial, a sobrevida média após cinco anos é de 61%.

Itirapuã realiza campanha de prevenção ao câncer de mama

Mulher do facebook e que residem em Itirapuã, não deixem de participar dessa campanha na luta contra o câncer de mama. Será quarta feira, 22 de outubro, na praça central das 9:30 às 15:30. O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres e o segundo tipo mais frequente no mundo.Se diagnosticado e tratado precocemente, o prognóstico é positivo. No Brasil, as taxas de mortalidade deste câncer continuam altas, muito provavelmente porque a doença ainda é diagnosticada em estágios avançados. Na população mundial, a sobrevida média após cinco anos é de 61%.